Em reunião na terça-feira, 5 de fevereiro, representantes da Companhia de Desenvolvimento Habitacional Urbano (CDHU) e da equipe da construtora ISO, discutiram a entrega das casas populares para população farturense. As 186 unidades habitacionais que estão sendo construídas ficam próximas ao bairro Jardim Bela Vista. 
A dúvida está entre entregar as casas parcialmente ou de uma vez só, pois aí demoraria mais para as unidades serem entregues aos munícipes. 
Os representantes da CDHU se mostraram preocupados em entregar as casas ainda esse ano e salientaram que deve ser de forma parcial, para já atender alguns farturenses e não postergar a entrega. 
“Essa reunião serviu para atualizarmos informações, houve um atraso nos meses de dezembro e janeiro e também dependemos de serviços das concessionárias como Sabesp (água e esgoto) e Elektro (energia). Conversamos ainda com representantes da construtora para pegar prazos e mostrar novamente um cronograma de entrega das casas, que queremos efetuar todas as unidades ainda este ano, ou duma vez ou parte no meio do ano e outra no final, isso só depende dos prazos das concessionárias. Marcamos uma nova reunião para daqui 30 dias, para batermos o martelo se as entregas serão de uma vez ou parcial, preferimos fazer parcial, pois não adianta nada a gente ficar com casas prontas e a população esperando”, destacou Márcio Gaban, gerente de obras da CDHU.
Alessandro Quintelia – coordenador da ISO, reafirmou que a reunião foi para firmar o cronograma que já tinha sido efetuado anteriormente, mas com a mudança de gestão por parte da CDHU, precisou ser apresentado novamente. “As obras já estão com 46% de conclusão, nossa meta é finalizar 100% até final de agosto, a proposta anterior era para término em novembro, mas estamos dobrando o efetivo para concluir antes do prazo”, disse.
O prefeito Tinho Bortotti se mostrou confiante quanto a conclusão das casas, para assim realizar mais uma benfeitoria em sua administração, sanando assim em parte o déficit habitacional em Fartura.