Nesta semana o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) Ângelo Lucarelli reiniciou os trabalhos com os grupos de atendidos. Realizou o primeiro encontro do ano com os grupos: Cuidar de quem Cuida, Anos Dourados (Idosos), Juventude em Foco (Jovens e adolescentes) e Laços de Amor (Gestantes).
As oficinas com famílias têm por intuito suscitar reflexão sobre um tema de interesse das famílias, sobre vulnerabilidades e riscos, ou potencialidades, identificados no território, contribuindo para o alcance de aquisições, em especial, o fortalecimento dos laços comunitários, o acesso a direitos, o protagonismo, a participação social e a prevenção a riscos.
O trabalho com esses grupos é de modo preventivo, proativo e protetivo por meio da promoção de encontros grupais para a escuta e troca de vivências familiares. As atividades são desenvolvidas no decorrer do ano, sendo conduzidas pelas técnicas Juliana Vieira (assistente social) e Rafaela Campeão do Amaral (psicóloga) e pelos orientadores sociais Claudinei de Freitas Garrote e Rita de Cássia de Oliveira.
Os serviços ofertados nos CRAS são destinados à população que se encontra em vulnerabilidade ou risco social, advinda de situações de pobreza, fragilização de vínculos familiares (discriminações etárias, por deficiência, dentre outras). Entre as ações realizadas no atendimento e acompanhamento da população estão: orientações, visita domiciliares, encaminhamentos e inclusões para programa, serviços e benefícios da assistência social, entre outros.